Próteses

Prótese de silicone: A incisão para colocar a prótese de silicone pode ser feita em volta da aréola, no sulco sob o seio ou na axila, de modo que a escolha é feita pelo médico.

protese de siliconeQuanto à posição do implante com prótese de silicone é preciso levar em consideração a constituição física da paciente. Em pessoas magras, geralmente, a prótese é colocada sob o músculo peitoral, de modo a dar uma aparência mais natural. Esta colocação é chamada de prótese retromuscular.

Em casos de seios médios e/ou flácidos, geralmente é feito implante logo abaixo da glândula mamária, procedimento chamado de prótese retroglandular.

Formatos de próteses:

São três (3) os tipos de formatos disponíveis para o implante de próteses na região das mamas: redonda com perfil alto, redonda com perfil baixo e a prótese em gota.

A escolha é deve ser feita em conjunto com o médico, de modo a avaliar as possibilidades e seguir o formato natural da mama a receber a prótese.

A prótese redonda, com perfil alto, deixa o seio com mais volume e projetado para frente. A de perfil baixo é ainda mais natural, e a terceira permite um seio em formato de gota. Qualquer um desses perfis está envolvido com silicone em estado sólido, podendo ser liso, texturizado ou revestido com poliuretano. No seu interior, pode estar contido silicone (o mais comum entre as próteses), gel ou soro fisiológico.

Os tamanhos procurados pelas pacientes são dos mais diversos, entre as quantidades mais comuns estão a de 195 ml, 215 ml e 235 ml.

Como é a cicatriz após a colocação das próteses?

A elasticidade da pele ajuda muito neste processo, ou seja, quanto mais elástica for a pele da paciente, mais bem sucedida será a cicatrização. Quando a prótese é colocada por meio do sulco mamário, permanece uma cicatriz com cerca de quatro (4) centímetros, que deve ficar discreta pelo volume do seio.

Quando a incisão é feita pela metade inferior da aréola, praticamente não se nota a cicatriz. No método feito pela axila, é realizado um corte de quatro (4) centímetros, disfarçado pelas dobras do corpo. Além disso, existem procedimentos que objetivam amenizar os aspectos das cicatrizes

Quais as contraidicações para a colocação de próteses de silicone?

O implante de próteses nos seios não é indicado em pacientes que tenham menos de 15 anos, em razão do corpo não estar desenvolvido o suficiente.

Mulheres com flacidez nas mamas, antes de colocar a prótese, devem realizar a retirada do excesso de pele, podendo ser feita na mesma cirurgia.

Existe risco de rejeição das próteses?

Sim. O organismo pode rejeitar a prótese e envolvê-la em uma cápsula fibrosa que vai endurecendo, deformando os seios e provocando dor. Próteses com invólucros texturizados ou revestidos de poliuretano, diminuem estes riscos. Caso a cápsula fibrosa se forme, o médico rompe a malha e troca o implante em uma nova cirurgia.

Como fica a amamentação após o implante de próteses de silicone?

De modo geral, é muito raro que alguma mulher tenha dificuldade de amamentar em função de portar prótese de silicone, no entanto, existem casos em que existe essa dificuldade.

O autoexame para câncer de mama pode ficar pouco mais difícil no caso de próteses retroangular, uma vez que a mesma fica atrás da glândula mamária, alterando a sensibilidade e dificultando a identificação de nódulos. Nestes casos, o melhor a se fazer é recorrer à ultrassonografia. Em se tratando da colocação via retromuscular, o exame do toque não fica comprometido.

O que talvez seja uma característica da prótese mamária é a impossibilidade de reverter o processo, uma vez que isso acarretaria em uma mama flácida, em razão da distensão da pele pelo aumento. O que é possível, no entanto, é a substituição por outra, que deve acontecer em média de dez (10) em dez (10) anos.



Deixe seu recado

Entre em Contato

SP (11) 4063-3338
RJ (21) 4063-8333
RS (51) 4063-8333
PE (81) 3552-5618

Newsletter


Redes Sociais


® Todos os direitos reservados - Clínica Leger 2014. RESPONSÁVEL TÉCNICO: Dr. Roberto Chacur CRM-SP 124125. As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional e de nenhuma forma devem ser utilizados para autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.

Desenvolvido por