Rugas

tratamento para rugasTratamento para rugas: Num processo seguro, a bioplastia pode preencher rugas, sulcos, depressões, cicatrizes, assimetrias faciais e corporais.

Tipos de tratamento para rugas:

Atualmente, existem várias técnicas eficazes para o tratamento de rugas.

Tratamento clínico das rugas:

Cremes: substâncias antioxidantes, ácidos retinóicos e outros ácidos. Existem, também, substâncias precursoras de colágeno, em fórmulas e concentrações recomendadas por profissionais da área de dermatologia.

Peeling para rugas: aplicação de substâncias químicas para o tratamento para rugas provocam a descamação da pele, amenizando o aspecto das rugas

Dermoabrasão: utilizando-se um instrumento rotativo-abrasivo, procede-se a um lixamento mecânico da pele, provocando uma diminuição no aspecto das rugas.

Implantes: substâncias de preenchimento para tratamento de rugas e sulcos. Exemplo: colágeno, ácido hialurônico.

Toxina botulínica para rugas: quando injetada na pele, relaxa temporariamente o músculo que causa ruga, indicado para o tratamento de rugas de expressão.

Tratamento a laser para rugas: por meio de um feixe de raios, as rugas da pele são vaporizadas.

Lifting Facial em rugas: levantamento cirúrgico da face que trabalha a consistência facial e ameniza as rugas.

Blefaroplastia: plástica das pálpebras, bom ao tratamento para rugas desta região.

Bioplastia em rugas: com a bioplastia é possível preencher e tratar as rugas de forma definitiva.  

As camadas da pele:

Epiderme: a epiderme se adelgaça devido ao aplainamento dos cones interpapilares e da diminuição do número e volume das células.

Derme: aqui ocorre a atrofia por destruição das fibras colágenas e fibras elásticas, dando à pele um aspecto característico, chamado de elastose solar. Ocorre, frequentemente, em regiões expostas às radiações dos raios ultravioletas do sol.

Hipoderme: a alteração da epiderme e da derme se caracteriza pelo afinamento da pele cuja cor adquire tonalidade ligeiramente amarelada, aparecimento de pregas, rugas, telengectasias (pequenos vasos), manchas escuras (melanose solar).

Classificação das rugas:

Rugas primárias: constitui uma depressão linear que interrompe a uniformidade da superfície cutânea por diminuição da camada hipodérmica ou por atrofia dérmica.

Rugas secundárias: são continuações das rugas da primeira fase. A troca de fase é variável no tempo e depende de cada indivíduo, acentuando a profundidade inicial.

Rugas terciárias: a aparição tardia das rugas ocorre por ptose cutânea (queda ou deslocamento). É observável em uma pele que perdeu sua elasticidade e tonicidade pelo peso do tecido, ou seja, por flacidez, levando ao deslocamento em queda da pele da face.

Tipos de envelhecimento e aparecimento das rugas:

Envelhecimento verdadeiro intrínseco: esperado, previsível, inevitável e progressivo.

Envelhecimento extrínseco ou fotoenvelhecimento: causado por exposição continuada e abusiva aos raios solares. A pele apresenta, precocemente, alterações comuns à pele senil.

Tipos de rugas:

Rugas de Expressão:

É a acentuação permanente das pregas normais da face. Exemplo: pés de galinha (pequenas rugas do ângulo externo do olho). Pequenas rugas peribucais (em torno da boca) tornando difícil a maquiagem dos lábios.

Sulcos:

Os sulcos são secundários ao afrouxamento cutâneo-muscular, por alteração da derme-hipoderme e ação da gravidade. Exemplo: Queixo duplo. Sulcos nasogenianos - queda do tecido gorduroso contribui para acentuação dos sulcos (do nariz aos lábios).

Envelhecimento das Mãos:

O envelhecimento das mãos ocorre igualmente como no rosto, pois é uma área muito exposta ao sol. Pelo fato de o indivíduo não dedicar os mesmos cuidados da face, geralmente é mais danificada.

Os recursos para tratamento das mãos são os mesmos do rosto. Exemplo: Cremes, peeling, laser, implantes.

O que são as rugas?

As rugas faciais constituem um dos parâmetros mais visíveis do fenômeno fisiológico do envelhecimento cutâneo, sendo que o envelhecimento da pele é um fenômeno fisiológico irreversível e evolutivo. Esse fator constitui um reflexo da idade biológica do indivíduo e nem sempre corresponde à idade cronológica.

O envelhecimento celular é acelerado, também, sob a influência do meio ambiente, de modo que, num mesmo indivíduo, a pele pode estar preservada em áreas cobertas pela roupa e mais envelhecida em áreas expostas à ação cumulativa das radiações actínias do sol, favorecendo a formação de rugas.

O estudo do envelhecimento é complexo e multidisciplinar, envolvendo a área da Dermatologia, Clínica Médica, Oncologia da Cirurgia plástica, Farmacologia e de Biologia Celular e Molecular.



Deixe seu recado

Entre em Contato

SP (11) 4063-3338
RJ (21) 4063-8333
RS (51) 4063-8333
PE (81) 3552-5618

Newsletter


Redes Sociais


® Todos os direitos reservados - Clínica Leger 2014. RESPONSÁVEL TÉCNICO: Dr. Roberto Chacur CRM-SP 124125. As informações contidas neste site têm caráter informativo e educacional e de nenhuma forma devem ser utilizados para autodiagnóstico, autotratamento ou automedicação. Quando houver dúvidas, um médico deverá ser consultado. Somente ele está habilitado para praticar o ato médico, conforme recomendação do Conselho Federal de Medicina.

Desenvolvido por